Requalificação Urbana na Cidade Planejada de Goiânia

Marcos Bittar Haddad

Resumo


O principal fator das desigualdades sociais que marcam a história do Brasil diz respeito ao acesso à terra. A urbanização brasileira ocorreu de forma rápida e em curto espaço de tempo, o que agravou ainda mais esta questão. A maioria das pessoas que buscam a cidade, como alternativa para uma melhor qualidade de vida, acaba pertencendo a uma “cidade
ilegal”, com urbanização incompleta, com dificuldades de mobilidade e muitas vezes em situação precária de vida. O crescimento das cidades valorizou a terra urbana. É preciso encontrar espaço para alocar a população que chega à cidade. Desse modo, novos locais são criados. O espaço urbano avança sobre áreas destinadas à preservação ambiental. Esse processo intensifica as práticas capitalistas que dão maior dinâmica a essa transformação das cidades, alterando o papel, a função e o destino da terra. Áreas acabam por se valorizar economicamente e passam a dividir com os antigos centros certas funcionalidades, que acabam por provocar a degradação destas antigas áreas. Por sua vez, o poder público que deveria cumprir o papel de regulamentar ou fiscalizar, acaba por atuar em conjunto com os interesses do capital e favorecendo maior degradação de áreas urbanas. Este artigo, na sua primeira parte, tenta mostrar uma contraposição entre os conceitos de Requalificação Urbana com o conceito de Renovação. Na segunda parte, relata a construção de Goiânia. Cidade planejada, erguida nos anos 1930, para ser a capital do Estado de Goiás e que em pouco mais de 80 anos já sofre com o processo de deterioração em algumas de suas áreas. Por fim, apresenta duas tentativas de requalificação urbana no município de Goiânia: o PAC das Cidades Históricas e o Programa Urbano Ambiental Macambira Anicuns.

Palavras-chave


Requalificação, Economia Urbana, Planejamento

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Faculdade FANAP
Avenida Pedro Luiz Ribeiro, Chácara Santo Antônio, Gleba 04-A- Conjunto Bela Morada, CEP: 74.920-760 - Aparecida de Goiânia - GO, Fone/Fax: (62) 3277-1000